6 de novembro de 2016

Memórias do Presente


São memórias de há um ano atrás, mas eu vivo-as como se fossem o presente.
Árvores. Estamos rodeadas de árvores. Ramos sendo espezinhados ocupa a posição do nosso barulho de fundo. É possível ouvir duas respirações cansadas e profundas. Corremos como se estivéssemos a fugir de uma monstruosidade, mas na verdade, estamos apenas a esquivar-nos das responsabilidades. Estás com pressa e queres mostrar-me caminhos que ainda desconheço. É o nosso último dia e todos os segundos devem ser aproveitados.

Finalmente paramos, ofegantes. O céu pintou-se de cinzento, e isso refletiu-se no mar. Estamos no ponto mais alto da encosta. Sentamo-nos à sua beira e colocamos os pés do lado de fora. É perigoso, mas nós não queremos saber. Somos duas jovens e a adrenalina de quebrar as regras está no nosso sangue. Falamos sobre o tudo e o nada. O sol aparece e reflete os seus raios no mar, agora de um azul límpido.
São memórias de há um ano atrás, mas eu vivo-as como se fossem o presente.

Texto da minha autoria, não copiar sem autorização prévia. Escrito a 23/10/2016.

14 comentários:

  1. Como sempre, adoro a tua forma de escrever!
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Há giveaway Oriflame a decorrer no blog :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca me canso de ouvir isso vindo de ti ahaha obrigada Ana :D

      Eliminar
  2. gostei muito do texto!
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. O teu blog está super giro deixa-me que te diga desde já! :)
    O texto, lindo. Espero que esteja tudo bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nea, há quanto tempo! Muito obrigada pelo carinho <3 Eu estou bem, obrigada pela preocupação. ;)

      Eliminar
  4. O texto está muito bonito Athena :) é verdade que temos memórias que quando a reavivemos parecem ser memórias do presente e não assim tão antigas.

    ResponderEliminar
  5. Interessante, acabei de ler um artigo no Jardim do Mundo sobre a vida secreta das árvores e de seguida vejo que nas tuas memórias do presente, falas nas árvores.
    Gostei do texto Athena :)
    http://maria-a-procura-de.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? ahaha Achei curioso, que coincidência! Obrigada Ângela :)

      Eliminar

Façam-me chegar as vossas ideias e opiniões na caixa de comentários! Muito obrigado por gastarem um pouco do vosso tempo a comentarem o que escrevo, isso significa muito para mim! I love you all to Saturn and back ♥