22 de fevereiro de 2016

Happy BDay Grandfather

Oitenta e três. No geral pode parecer um número pequeno, mas para alguém como tu, significa tanto. Ainda não me contaste metade da tua vida, metade dos trinta mil e trezentos dias que já viveste. Eu quero saber mais. Quero saber mais sobre o velhinho de olhos com a cor de um azul profundo, (que eu invejo imenso, a propósito) a quem eu chamo avô. Quero que me contes qual a sensação de estares acordado há mais de oitenta anos.

Um dia, há muito tempo atrás, foste jovem. Eras um homem muito elegante, o que prova que a tua mulher, a quem eu chamo avó, sempre teve muito bom gosto. Isso não mudou. Continuas a ser elegante, embora de uma maneira diferente. Continuas a ser engraçado, mesmo que contes as mesmas piadas vezes sem conta. Continuas a ser jovem, porque o brilho da juventude ainda não te desapareceu dos olhos!

Muito obrigada por me empurrares no baloiço quando eu era mais pequena. Por brincares comigo às escondidas. Por responderes a todas as minhas perguntas sobre as viagens que já fizeste, os sítios onde trabalhaste. Obrigada por me ensinares uma palavra ou outra em latim. Obrigada por continuares aqui, com toda a tua energia e força. Obrigada por seres meu avô.

*Feliz aniversário avô <3*
** Escrito por mim, se copiarem deixem os créditos**

1 comentário:

Façam-me chegar as vossas ideias e opiniões na caixa de comentários! Muito obrigado por gastarem um pouco do vosso tempo a comentarem o que escrevo, isso significa muito para mim! I love you all to Saturn and back ♥